2ª VIAconta água
Home do Site SAAE Pedreira

Setor Operacional

(19) 3853-3105

(19) 3852-3508

Setor Administrativo

(19) 3852-4653

(19) 3852-4654

Resumo

Atualização do Portal

20/08/19 23:00h

NOTÍCIAS & OBRAS

Rompimento pode afetar abastecimento no Santa Clara e Altos Santa Clara

quarta, 30 de outubro de 2013

O SAAE de Pedreira realiza reparos em rede de distribuição de água de 8”, na Avenida Joaquim Joaquim Carlos, nesta quarta-feira, 30 de outubro de 2013. Houve rompimento na tubulação e os trabalhos estão em pleno desenvolvimento, o que obrigou a interrupção no abastecimento, podendo afetar por algumas horas os moradores do Jardim Santa Clara e Altos do Santa Clara. Bairros próximos podem ter também o fornecimento de água comprometido.
O SAAE pede a compreensão da população e orienta para que se economize água até que os trabalhos sejam concluídos. A previsão é de que o abastecimento seja totalmente normalizado ainda nesta quarta-feira.


Informações da DivCom- Divisão de Comunicação do Saae-Pedreira

Comente e participe:


Saae utiliza mais de 1.100m2 de massa asfáltica na recuperação de vias públicas

terça, 29 de outubro de 2013

O Saae de Pedreira vem desenvolvendo os serviços de recomposição de pavimentação asfáltica nas mais diferentes ligações da Cidade, dentro de um cronograma previamente estabelecido. Foram utilizadas 1.130m² de massa asfáltica, em ruas da Vila São José, Parque Bela Vista, Portal do Limoeiro, Limoeiro, Estância Santa Rita, Ricci, Vila Canesso, Vila Nova, Vila Monte Alegre, Jardim São Pedro, Jardim São Jorge, Ruas Ana Francisca de Oliveira e Ernesto Pilon, Altos de Santa Clara e Santa Clara. A programação contempla outros bairros que tiveram intervenções do SAAE, afirmou o diretor operacional Nelson Antonio Cremasco.

A reposiçãode pavimento é necessária pelo fato do Saae ser o responsável pela operação e manutenção do sistema de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto. Em decorrência dessas atividades, procede uma série de intervenções físicas nas vias municipais, para execução da manutenção de redes de distribuição de água, redes coletoras de esgoto, execução de ramais domiciliares, expansão de redes de água e de esgoto entre outras.
De acordo com o diretor-geral, André Roberto Cavicchia os trabalhos objetivam a recuperação das vias públicas danificadas em menor tempo, reduzindo a incidência de reclamações dos clientes em função da demora na reposição do pavimento e evitando situações de risco aos usuários das vias públicas danificadas quando dos reparos. A reposição asfáltica e a recuperação de passeios ganham maior agilidade no atendimento, reforçando as novas propostas do Saae junto aos seus clientes.

Comente e participe:


Técnicos da ANA avaliam desempenho da Estação Tratamento de Esgoto de Pedreira

terça, 29 de outubro de 2013

No último dias 25, a Coordenadora do PRODES e Especialista em Recursos Hídricos, Maria Cristina de Sá Oliveira Matos Brito e Paulo Henrique Monteiro Daroz, Especialista em Recursos Hidricos, da ANA – Agência Nacional de Águas - visitaram, para uma avaliação técnica, a ETE - Estação de Tratamento de Esgotos – de Pedreira, para o início da Certificação Prodes - Programa de Despoluição de Bacias. Foram recepcionados pelos diretores André Roberto Cavicchia, José Moretti Neto, pelo assessor técnico Jonas Lúcio Amorim e pelo químico responsável pela ETE Rafael Leonardo Zamproni. O que se analisa é a eficiência do Sistema. Com a autorização, se forem mantidos os indices e a eficácia dos serviços, a liberação da primeira parcela dar-se-á em fevereiro de 2014.
Administrado pela Agência Nacional de Águas (ANA), o Prodes consiste em um estímulo financeiro concedido aos prestadores de serviço de saneamento, que investem na implantação e operação de Estações de Tratamento de Esgotos. O Programa Despoluição de Bacias Hidrográficas (Prodes) foi criado pela ANA, em março de 2001, com a finalidade de incentivar a implantação de Estações de Tratamento de Esgotos, reduzindo, assim, os níveis de poluição nas bacias hidrográficas do país. Também conhecido como “programa de compra de esgoto tratado”, é uma iniciativa inovadora, pois não financia obras ou equipamentos e paga pelos resultados alcançados, ou seja, pelo esgoto efetivamente tratado.
O diretor-geral do SAAE Pedreira André Roberto Cavicchia, acredita que se manterá as metas programadas e o Municipio receberá a primeira parcela do contrato em 2014. “É um trabalho árduo, que exige comprometimento. Por isso, o grupo está unido para que todos os passos sejam rigorosamente cumpridos”.
Os técnicos da ANA – Aggência Nacional das Águas - também fizeram uma visita ao prefeito Professor Carlos, em seu gabinete, quando expuseram sobre o que avaliaram na inspeção inicial efetuada na ETE.
O contrato de pagamento pelo esgoto tratado é firmado pelo governo federal, por intermédio da ANA, diretamente com o prestador do serviço de saneamento. A liberação dos recursos se dá em parcelas vinculadas ao cumprimento de metas de abatimento de cargas poluidoras e demais compromissos contratuais. No caso da ETE de Pedreira, o contrato de cerca de 7 milhões de reais, prevê o pagamento de 12 parcelas trimestrais. Desde que sejam cumpridas todas as metas estabelecidas pela ANA.

Comente e participe:


Vila São José pode ficar sem água

segunda, 28 de outubro de 2013

Nesta segunda-feira, 28 de outubro

As equipes do SAAE de Pedreira realizam, na manhã desta segunda-feira, 28 de outubro, os trabalhos de desobstrução de rede de água, na Rua Dr. Arthur Moreira de Almeida, Vila São José, o que pode interromper o fornecimento de água aos consumidores. De acordo com o diretor-operacional Nelson Antonio Cremasco, assim que os trabalhos forem concluídos, o abastecimento voltará a ser feito, normalizando-se em algumas horas

Comente e participe:


Laços chamam a atenção para a Campanha de Prevenção ao Câncer de Mama

quarta, 16 de outubro de 2013

Nas ações programadas pelo Saae de Pedreira, incentivando e participando da mobilização pelo Outubro Rosa - Campanha de Conscientização sobre a Prevenção e o Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama - estavam a instalação de laços gigantes na sede administrativa da entidade, na ETA e na ETE. E desde o final da última sexta-feira, os usuários das vias em que se situam estes órgãos têm a atenção atraída pelos laços. O diretor-geral do Saae, André Roberto Cavicchia está feliz com os resultados alcançados em poucas horas.“É a primeira vez que a Instituição adere ao Outubro Rosa e os resultados da comunicação são satisfatórios. Afinal, se insere na rede mundial de adesão à Campanha.O laço cor de rosa – que vem sendo usado pelos funcionários - serve de alerta e é o símbolo da luta contra o câncer de mama.
O diretor-geral do Saae lembra que essa mobilização não é um modismo, mas uma Campanha abrangente que simboliza uma intensa luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população em geral, mulheres e homens, empresas, órgãos públicos e entidades. “Vejo que é uma grande oportunidade para que todos apóiem esse movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa. O alerta da Campanha é para que as mulheres não esqueçam de que regularmente devem fazer o exame físico das mamas, sempre com um profissional de saúde qualificado e a mamografia. Envolvam-se nessa luta contra o câncer de mama. Participem das atividades organizadas em sua Cidade, compartilhem o tema nas redes sociais ou simplesmente conversem com as mulheres que conhecem a respeito da importância da prevenção do câncer de mama”, enfatizou Cavicchia.
Muitas pessoas estão perguntando o porquê deste laço ou por que o SAAE apóia este iniciativa? O SAAE tem procurado melhorar a saúde e a qualidade de vida dos pedreirenses através da distribuição da água tratada e agora tratando também os esgotos. Por isso, ressalta André Cavicchia, “não poderia ficar de fora. Não, simplesmente para aparecer. Mas sim, para chamar a atenção das pessoas do quanto é importante divulgar a Campanha e conclamar as mulheres a fazerem os exames regularmente. Com um simples toque, pode se salvar muitas vidas e vencer o câncer que infelizmente, ainda mata muitas mulheres. Mas é imprescindível que se visite o médico, o profissional qualificado.”

O mês e a doença

O Outubro Rosa surgiu também nos Estados Unidos – a data foi aprovada pelo Congresso Americano – e espalhou-se pelo mundo, pela força do movimento e pelo interesse de todos os países em despertar a atenção para uma doença que registra cerca de 1,6 milhão de novos casos por ano, ou um quarto de todos os tipos de cânceres. No Brasil, foram registrados mais de 52 mil casos novos de câncer de mama no ano passado. Por região brasileira, a maior incidência da doença é no Sudeste (69 mulheres a cada 100 mil), seguido do Sul (65/100 mil), Centro-Oeste (48/100 mil), Nordeste (32/100 mil) e Norte (19/100 mil).

Comente e participe:


Saae de Pedreira incentiva e participa da mobilização pelo Outubro Rosa

terça, 08 de outubro de 2013

O Saae de Pedreira incentiva e participa da mobilização pelo Outubro Rosa, Campanha de Conscientização sobre a Prevenção e o Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama.
O Outubro Rosa é um movimento popular internacional. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. O movimento começou nos Estados Unidos nos anos 1990. A mobilização foi trazida para o Brasil pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) em 2008. Segundo dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, correspondendo a 22% dos novos casos de câncer a cada ano. A taxa de mortalidade relacionada é inversamente proporcional ao tempo do diagnóstico, ou seja, quanto mais cedo for diagnosticada a doença, mais eficaz seu tratamento.
O diretor-geral do Saae, André Roberto Cavicchiaressaltou que estava com este pensamento há dias. “Aderimos a essa rede solidária – primeiro, porque é uma ação de suma importância; segundo, porque entendemos que, difundindo a conscientização para a prevenção do câncer de mama, no decorrer do mês, estaremos colaborando na fixação da ideia de que é necessário buscar mais informações. Além disso, são fatores determinantes: prevenção e preservação da vida. Pela importância da causa, e por estar presente no dia a dia da Comunidade, o Saae não poderia ficar de fora desse movimento que ganha ações em todo o Mundo neste mês”. Em Pedreira, nenhum órgão havia manifestado apoio dessa maneira. Por isso, entendo ser importante difundir essa Campanha de Conscientização”.

Comente e participe:


 

 

DIGITE SEU E-MAIL E RECEBA NOVIDADES!
OK