2ª VIAconta água
Home do Site SAAE Pedreira

Setor Operacional

(19) 3853-3105

(19) 3852-3508

Setor Administrativo

(19) 3852-4653

(19) 3852-4654

Resumo

Atualização do Portal

20/08/19 23:00h

NOTÍCIAS & OBRAS

Aumentam as reclamações pelo mau uso da água

quinta, 26 de novembro de 2015

Reclamações constantes têm chegado à Prefeitura ou ao telefone 156, de que moradores têm exagerado no uso de água, para lavar calçadas, carros e outras dependências da casa. Desde 2014, diante da crise hídrica, há uma lei, aprovada pela Câmara Municipal de Pedreira, que pune o consumidor que desperdiça água. Quem descumprir, na primeira infração, recebe uma advertência por escrito. Se reincidir, é aplicada a multa.
Muitos moradores se mostram indignados com o desperdício de água em vários pontos de seus bairros. Segundo relatos, há consumidores que têm o costume de jogar água na via pública durante horas, diariamente, utilizando-se de mangueira, para limpar a calçada. Esta crise hídrica trouxe uma lição que precisa ser bem assimilada: ou o consumidor muda a maneira de usar os recursos naturais ou a situação vai piorar, trazendo prejuízos incalculáveis, inclusive relacionados à saúde
Este é um comportamento que está revoltando os vizinhos e pessoas que transitam pelos locais, à pé ou em veículos. “Isso é revoltante mesmo, porque nós sabemos que a água que existe não é suficiente por muito tempo. Há de se usar com regras e moderação”, registrou uma moradora. O desperdício de água é muito grande em razão do mau uso deste recurso.
“Não tem cabimento, diante da escassez de água, lavar calçadas com água potável. O correto é fazer a limpeza com vassoura e se necessário, utilize água em balde, preferencialmente, a água que sobrou da lavagem das roupas, do tanque ou da máquina de lavar roupas. Usar a mangueira como “vassoura”, durante 15 minutos, pode desperdiçar cerca de 280 litros de água”, ressaltou o prefeito Carlos Pollo, que tem verificado o aumento das reclamações.
“Já diziam nossas avós que sabendo usar não vai faltar. O velho ditado é cada dia mais atual, assim como a necessidade de utilizar com sabedoria o que temos. A água é um recurso limitado, e o seu desperdício tem consequências. Cada setor da economia, cada fatia da sociedade, tem sua parcela de responsabilidade. Todos têm de garantir o mínimo para as gerações futuras. O prefeito reforça mais uma vez o alerta para a necessidade do consumo consciente da água e neste momento pede a colaboração da população no sentido de que sejam ampliadas as ações de economia de água. Estamos no período das chuvas e nem assim o Cantareira conseguiu sair do ‘volume morto’. Temos de manter o hábito do uso racional da água, não lavando carros ou calçadas com mangueiras”, arrematou o prefeito Professor Carlos.
Há necessidade de denúncia – diretamente ao SAAE – através dos canais disponíveis como: 115 – (19) 3852-4653, 3852-4654 e 3852-4283.
Sidenei Defendi-
ASCOM- Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Pedreira

Comente e participe:


SAAE Pedreira registra 474 intervenções em outubro de 2015

quarta, 11 de novembro de 2015

O SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Pedreira - desenvolveu, durante o mês de outubro de 2015, 474 procedimentos diversos, visando garantir o bom atendimento aos consumidores. O diretor-operacional do SAAE, Nelson Antonio Cremasco destaca que “as Equipes da Autarquia trabalham para agilizar o atendimento aos chamados e melhorar ainda mais os serviços, reduzindo o tempo de resposta entre a chegada de uma reclamação e o reparo do vazamento nas redes de distribuição”.
Dentre as ocorrências registradas no décimo mês de 2015, a manutenção de água liderou os serviços, com 271 intervenções dos técnicos, seguida da manutenção de esgoto, com 133 assistências. “As Equipes de Serviço não param e sempre que acionadas estão prontas para efetuar os reparos, dando atenção especial as ações prioritárias, que necessitam da repentina intervenção dos técnicos do SAAE, completou Nelson Antonio Cremasco.
Celso José Leite Filho, diretor-geral do SAAE, lembra que “a Instituição tem procurado atender o mais rápido possível, visando eliminar os transtornos causados por rompimento de redes de distribuição de água ou entupimentos em redes de esgoto. Considera imprescindível o esforço das Equipes Técnicas do SAAE, visando a manutenção de qualidade no atendimento”.
A estimativa da Autarquia é de que boa parte dos chamados para casos de entupimento do sistema (e consequentemente o vazamento na rua e/ou retorno de esgoto para os imóveis) tem como causa o mau uso da rede, como descarte de materiais sólidos, cujos detritos acabam acumulados na tubulação. O diretor operacional do SAAE, Nelson Antonio Cremasco lembra que sempre que possível se faz o trabalho de orientação, para reduzir o despejo irregular de águas pluviais na rede de esgoto.
Na ETA - Estação de Tratamento de Água – “os trabalhos de adequação dos equipamentos para acompanhar a demanda crescente e conter os custos são constantes. Técnicos substituem comandos, motores, filtros e outros materiais, além da implementação de medidas que permitem uma diminuição nos gastos e perdas com energia”, atesta Cremasco.
O prefeito Carlos Pollo destacou a importância de manter o diálogo com a população e atuar firmemente para elevar a qualidade de vida. “Não importa se as intervenções serão mais ou menos complexas, se vão demorar. Temos o compromisso em dar resposta imediata às reclamações. Isso é importante para o cidadão", declarou o prefeito. “É claro que realizar obras, ampliações e todo tipo de avanço é importante para nossa estrutura, mas o trabalho de manutenção é vital para a subsistência de todo o sistema de água e esgoto da cidade. Essa determinação das Equipes é fundamental e o consumidor sabe que terá o serviço restabelecido”, arrematou o prefeito Professor Carlos.
TIPOS DE SERVIÇO/Nº DE OCORRÊNCIAS
Manutenção de Água/271
Manutenção de Esgoto/133
Ligação de Água/14
Ligação de Esgoto/05
Mudança de Hidrômetro/04
Cancelamento Inscrição/01
Limpeza de Fossa/46
TOTAL/474
Texto: Sidenei Defendi
ASCOM- Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Pedreira

Comente e participe:


Água distribuída aos consumidores da Praça Cel João Pedro e Avenida Antonio Serafim Petean é de qualidade

quarta, 04 de novembro de 2015

A ARES-PCJ – Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí – encaminhou ao prefeito Carlos Pollo e ao diretor-geral do SAAE Celso José Leite Filho, os resultados do Ensaio oriundo da coleta de água realizada no dia 1º de setembro passado, na Praça Cel João Pedro e Avenida Antonio Serafim Petean. Como de costume, os técnicos desenvolveram os trabalhos em dias e horários incertos, para que o parecer possa ser eficiente, mostrando a realidade da qualidade da água consumida pelos pedreirenses. Submetida à análise de laboratório especializado, a água coletada não apresentou nenhuma irregularidade nos parâmetros avaliados, atendendo plenamente a Portaria 2.914, de 11 de dezembro de 2011, do Ministério da Saúde, no que tange aos padrões de potabilidade.
O SAAE de Pedreira continua atuando com rigor, monitorando ininterruptamente a captação de água feita do Rio Jaguari e todo o processo de tratamento, para manter a qualidade e a potabilidade da água distribuída à Comunidade. A verificação possibilita acompanhar se as normas vêm sendo cumpridas, uma vez que é atribuída a ARES - Agência Reguladora de Saneamento: fiscalizar e analisar periodicamente a qualidade da água distribuída à população do Município.
As amostras coletadas passam por exames físico-químicos e microbiológicos. Nestas análises são apreciadas a cor, turbidez, fluoretação, cloro residual e a quantidade de coliformes totais e fecais. Nos últimos diagnósticos da ARES-PCJ - que fez coletas de amostras em pontos diferentes da Praça Cel e Avenida Antonio Serafim Petean, em 1º de setembro de 2015, às 15h30, temperatura ambiente de 30 graus, com chuva ausente, sol brilhante e vento fraco - as análises não apresentaram nenhuma anormalidade, atendendo plenamente aos parâmetros mensurados pela Portaria 2.914, do Ministério da Saúde, garantindo os padrões de potabilidade, ou seja, a água consumida pelos moradores deste Setor é de qualidade. Mensalmente o consumidor recebe os resultados na conta de água.
“A análise feita pela ARES-PCJ vem ratificar os resultados das análises próprias que os técnicos do SAAE Pedreira realizam diariamente no laboratório próprio ou em laboratórios terceirizados. O fato da ARES-PCJ atestar a qualidade da água distribuída à população pedreirense dá ainda mais tranquilidade e certeza do bom trabalho”, enfatizou o diretor-geral da Autarquia Celso José Leite Filho.
“Água potável é a água que pode ser consumida com segurança pela população, apresentando, portanto, características físicas, químicas, biológicas em conformidade com a legislação específica (padrões de potabilidade)”, emendou o prefeito Carlos Pollo, lembrando que “o SAAE garante a qualidade da água distribuída à população até a entrada do imóvel, na estrutura do cavalete, onde existe o medidor de consumo (hidrômetro). A água que o SAAE entrega pela rede de distribuição tem um contínuo controle de qualidade. A manutenção da qualidade da água, nos cômodos internos da residência é dever e responsabilidade de cada morador. Por isso, deve manter suas instalações hidráulicas sempre em bom estado de conservação e limpar a caixa d'água pelo menos duas vezes ao ano. Toda caixa d'água deverá ficar permanentemente tampada e bem vedada”, complementa o prefeito Carlos Pollo.
“A água que chega aos consumidores deve atender aos padrões de potabilidade estabelecidos pela legislação. Por isso, o SAAE, responsável pelo serviço de abastecimento de água da Cidade tem de manter um controle da eficiência do processo de tratamento. Esse trabalho da ARES PCJ dá total credibilidade aos serviços que desenvolvemos desde a captação, passando pelo tratamento e chegando às torneiras dos consumidores”, assinalou Celso Leite.
Sidenei Defendi
ASCOM- Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Pedreira

Comente e participe:


 

 

DIGITE SEU E-MAIL E RECEBA NOVIDADES!
OK