2ª VIAconta água
Home do Site SAAE Pedreira

Setor Operacional

(19) 3853-3105

(19) 3852-3508

Setor Administrativo

(19) 3852-4653

(19) 3852-4654

Resumo

Atualização do Portal

20/08/19 23:00h

NOTÍCIAS & OBRAS

Rompimento de adutora prejudica galeria de águas pluviais

quarta, 28 de janeiro de 2015

O rompimento da adutora de água, que abastece a Vila Monte Alegre e demais bairros próximos, causou prejuízos em toda a rede de galerias de águas pluviais, localizada na Avenida Presidente Costa e Silva.
Segundo os técnicos do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) e da Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas, o conserto da adutora foi efetuado logo após seu rompimento, porém, com o passar dos dias parte da Avenida começou a ceder, chamando a atenção dos moradores, transeuntes e condutores de veículos. “Ao analisar com critérios mais técnicos, nossos profissionais constataram que a força da água abriu buracos e prejudicou a galeria de águas pluviais. O que se registrou foi um solapamento junto à rede de galerias de águas pluviais. A Avenida Presidente Costa e Silva foi interditada para que nossas equipes pudessem resolver o problema com segurança”, ressaltou o prefeito Carlos Pollo, que esteve visitando o local.
A Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas recuperou cerca de 50 metros da galeria de águas pluviais, destruída pelo rompimento da adutora de água.
Glauco Mazzetto – Jornalista (ASCOM – Assessoria de Comunicação)
Prefeitura Municipal de Pedreira

Comente e participe:


Consumidor tem de usar racionalmente a água para não ficar sem abastecimento em pouco tempo

quarta, 21 de janeiro de 2015

O prefeito Carlos Pollo e diretor-geral do SAAE Pedreira – Celso José Leite Filho lembram que os mananciais de abastecimento encontram-se com queda na vazão, devido à falta de chuvas adequadas – muito abaixo dos índices normais registrados no período – e as altas temperaturas, que tem induzido ao uso maior de água. O abastecimento não está prejudicado, mas Administração e Autarquia reforçam o pedido já feito há dias e que é novamente reiterado: que a população pedreirense economize, usando a água de forma racional.
O pedido se fez em razão do menor nível dos últimos tempos do Sistema Cantareira – que já utiliza o segundo volume morto. O risco de racionamento, infelizmente, pelo aumento de consumo constatado nos últimos dias, não está descartado. Claro, as temperaturas tem se elevado fortemente. Mas há muitas pessoas desperdiçando água.
Neste momento é muito importante que cada morador dê a sua importante colaboração, economizando água. Que os banhos sejam rápidos, que não lavem carros e calçadas com mangueira, que molhem plantas com regador e ensaboem toda a louça antes de enxaguar.
A falta de chuva em dezembro de 2014 e em janeiro de 2015 – as precipitações foram muito abaixo das médias – tem propiciado um impacto negativo muito forte, agravando e muito a atual deficiência de água no Cantareira, principal fornecedor do Rio Jaguari. O calor intenso tem mantido a evaporação elevada. A matemática é simples: a quantidade de chuva que vem caindo sobre o Sistema Cantareira não está conseguindo repor a perda pela evaporação – ressaltou o prefeito Carlos Pollo.
A redução dos níveis de água do reservatório do Sistema Cantareira aos irrisórios 5% de sua capacidade – no início da semana - isso com o uso do segundo volume morto - é motivo de atenção e preocupação.
“A falta de chuvas faz deste Verão, até aqui, o mais seco de muitos anos. Altas temperaturas batem recordes sobre recordes. Campanhas para economizar água circulam há um ano nos meios de comunicação, com o inevitável apelo para o controle do uso de água. Mas muitos preferem ignorar os chamamentos, como se não tivessem nada a ver com o problema”, salientou o professor Carlos.
Mas nem tudo pode ser jogado nas costas dos consumidores ou nas condições do clima, alertou o diretor-geral do SAAE, Celso Leite. “Há fatores muito mais preocupantes, que podem nos colocar diante de risco iminente de escassez de água por um bom tempo. Por isso, só se unindo para evitar o pior”.
“Precisamos que os moradores adotem o consumo de água racional, para evitar transtornos maiores. Não sabemos até quando a captação irá permitir que o abastecimento seja normal na cidade”, concluiu o prefeito.

Comente e participe:


Água que chega às torneiras dos pedreirenses é de qualidade

quarta, 21 de janeiro de 2015

Água que chega às torneiras dos pedreirenses atende plenamente a legislação vigente e não apresentou nenhum parâmetro em desconformidade com a Portaria nº 2.914/2011.
A ARES – Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) - encaminhou ofício ao prefeito Carlos Pollo, datado de 5 de janeiro de 2015, cumprimentando e informando que as análises realizadas em pontos diferentes do Município, de forma aleatória, atenderam plenamente a legislação vigente e não apresentaram nenhum parâmetro em desconformidade com a Portaria nº 2.914/2011, do Ministério da Saúde.
O SAAE de Pedreira – que é a principal Autarquia do Município, tem a missão de fornecer água potável de qualidade à população, coletar e tratar o esgoto sanitário, de forma a conservar a saúde do meio ambiente.
A área operacional do SAAE vem sendo bem estruturada, com mudanças nas instalações físicas, aumentando a frota em boas condições de uso e dotando o Orgão com equipamentos tecnológicos de ponta. O sistema de abastecimento de água e o sistema de coleta e tratamento de esgoto, dentro do possível, recebem diversos e importantes investimentos.
A Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES PCJ) – de acordo com o relatório - comprovou a qualidade da água distribuída em Pedreira. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) cumpre, desde sua implantação a portaria 2.914/2011, do Ministério da Saúde, que estabelece, além do padrão de potabilidade (medição da qualidade de água para consumo), as competências e responsabilidades atribuídas ao controle de qualidade da água.
A água tratada e distribuída à população pedreirense é constantemente monitorada e avaliada pela Agência Reguladora ARES PCJ, além das análises de rotina, que seguem os parâmetros de frequência nas estações da ETA. Nestas análises próprias são verificados PH, cor, turbidez, flúor e cloro da água, que também são avaliados por laboratórios contratados e creditados.
Segundo o relatório da Agência, o teste realizado em dezembro passado, em diversas residências do Município, ratifica a qualidade da água entregue ao consumidor, de acordo com a Lei Federal nº 11.445/2007, que estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e define a Política Federal de Saneamento Básico.
Para o prefeito Carlos Pollo, “é uma preocupação constante garantir água de qualidade a toda população. Com estas análises, podemos afirmar a excelência dos serviços e a potabilidade da água que é distribuída. Mensalmente o consumidor recebe os resultados na conta de água”, esclareceu Pollo.
“O SAAE de Pedreira vem atuando, há tempos, com rigor, monitorando ininterruptamente a captação no Rio Jaguari e todo o processo de tratamento, para manter a qualidade e a potabilidade da água distribuída à Comunidade, neste período prolongado de estiagem”, destaca o diretor-geral do SAAE, Celso José Leite Filho. Aliás, verificar se as normas vêm sendo cumpridas é uma das atribuições da ARES-PCJ - Agência Reguladora de Saneamento, que fiscaliza e avalia periodicamente a qualidade da água distribuída para a população do Município. Estas amostras passam por exames físico-químicos e microbiológicos. Nestas análises são apreciadas a cor, turbidez, fluoretação, cloro residual e a quantidade de coliformes totais e fecais.
“A avaliação feita pela ARES-PCJ homologa os resultados das análises diárias que o SAAE realiza em seu Laboratório ou as coletas mensais enviadas para Laboratórios Terceirizados. O fato da ARES-PCJ atestar a qualidade da água dá a Autarquia ainda maior tranquilidade e a certeza do bom trabalho desenvolvido”, enfatiza o prefeito Carlos Pollo. “Água potável é a água que pode ser consumida com segurança pela população, apresentando, portanto, características físicas, químicas, biológicas em conformidade com a legislação específica (padrões de potabilidade)”, falou entusiasticamente o prefeito Carlos Pollo.
O SAAE garante a qualidade da água que chega à população até a entrada do imóvel, na estrutura do cavalete, onde existe o medidor de consumo (hidrômetro). A água que o SAAE entrega pela rede de distribuição tem um contínuo controle de qualidade. A manutenção da qualidade da água, nos cômodos internos da residência é dever e responsabilidade de cada morador. Por isso, mantenha as instalações hidráulicas sempre em bom estado de conservação e limpe a caixa d'água pelo menos duas vezes ao ano. Toda caixa d'água deverá ficar permanentemente tampada e bem vedada.

Comente e participe:


SAAE

quinta, 15 de janeiro de 2015

Levamos ao conhecimento dos moradores que poderá faltar água hoje - 15/01, quinta-feira - na Praça Coronel João Pedro, lojas, Vila Vascom e na Marginal até a Escola Arnaldo Rossi, devido ao rompimento de uma rede de 2", que faz travessia pela pista.
Tão logo efetuarmos os reparos, o abastecimento voltará a sua normalidade.
SAAE - Serviço Autônomo de Água e Esgoto
Fone/Fax: (19)3853-3105 / (19)3852-3508
e-mail: darpedreira@yahoo.com.br

Comente e participe:


SAAE

segunda, 12 de janeiro de 2015

Levamos ao conhecimento dos moradores que poderá faltar água hoje - 12/01, segunda-feira - nos bairros Sta. Clara, Alto Santa Clara, Vila Nova, Vila Canesso, Sta. Cruz e São Nilo devido ao rompimento da rede de amianto no barranco da Prefeitura.
Tão logo efetuarmos os reparos, o abastecimento voltará a sua normalidade.
SAAE - Serviço Autônomo de Água e Esgoto
Fone/Fax: (19)3853-3105 / (19)3852-3508
e-mail: darpedreira@yahoo.com.br
Pedreira - SP

Comente e participe:


Carlos Pollo e Celso Leite pedem para que população continue economizando água

segunda, 05 de janeiro de 2015

O prefeito de Pedreira, Carlos Evandro Pollo e o diretor-geral do SAAE- Serviço Autônomo de Água e Esgotos – Celso José Leite Filho reiteram, na última segunda-feira, 5 de janeiro, o pedido à população pedreirense para que continue economizando água, ou seja, usando-a racionalmente, pois só assim será possível passar pelo Verão sem grandes problemas de abastecimento. Os consumidores devem estar atentos e em alerta quanto ao consumo excessivo, pois as previsões são preocupantes, uma vez que deve chover pouco e as temperaturas estarão altas. Com o clima nestas condições agravam-se as condições de armazenamento do Sistema Cantareira, que fornece água ao Rio Jaguari.
Diante disso, o SAAE e a Prefeitura vão reforçar as ‘Campanhas Publicitárias’, solicitando que a população mantenha a ajuda, usando a água com consciência e acima de tudo, demonstrando responsabilidade com o futuro. Uma das chamadas diz: “Se não tivermos os cuidados necessários agora, vamos pagar caro pelo uso irracional da água”. Outra etapa da Campanha destaca: “Economizar não é mais só um hábito saudável. É ter responsabilidade com o futuro. Temos de evitar o desperdício e usar a água de forma consciente”. Uma das peças termina da seguinte forma: “ÁGUA - USE, MAS COM CONSCIÊNCIA E RACIONALMENTE, pois esse bem essencial à vida está se esgotando”.
O prefeito Carlos Pollo lembra que “com o consumo racional amplia a possibilidade de que todos terão água nas torneiras. Não pretendemos impor nenhum rodízio, mas precisamos que a população entenda a gravidade da situação. Tivemos em 2014, uma resposta positiva por parte dos moradores – quando chamados a participar - que propiciaram a economia de mais 100 milhões litros de água, em pouco tempo, propiciando uma redução de cerca de 30%. Muitas cidades captam água diretamente dos rios ou de fontes subterrâneas, ficando à mercê da chuva, caso também de Pedreira, por isso, é imprescindível que a população use de forma correta, sem abuso a água, principalmente nos dias mais quentes, quando o alto consumo agrava o problema, dificultando a distribuição aos bairros mais altos”, elucidou o prefeito Carlos Pollo.
Já o diretor-geral do SAAE, Celso José Leite Filho lembra que a possibilidade de racionamento não está totalmente descartada. A falta de chuvas adequadas e o intenso calor têm deixado a situação, cada dia mais crítica. O Município, assim como os demais que integram o PCJ já enfrentam as consequências da estiagem há meses, mas até aqui, os pedreirenses têm dado uma substanciosa ajuda. Por isso, tenho certeza de que essa colaboração se manterá e vamos superar esta crise hídrica”.
Saiba como contribuir para evitar a falta d'água nos dias de calor
Evite banhos demorados; Não use o vaso sanitário como lixeira; Mantenha a torneira fechada ao fazer a barba e ao escovar os dentes; Antes de lavar os pratos e panelas, retire os restos de comida e jogue-os no lixo; Deixe a louça de molho na pia, com água e detergente, por uns minutos e ensaboe. Repita o processo e enxágue; Use a vassoura, não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal; Use balde e pano para lavar o carro, ao invés de uma mangueira. Evite lavar o carro durante a estiagem; Use regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira; No verão, as plantas devem ser molhadas de manhã (bem cedinho) ou à noite. Nestes períodos, a perda de água por evaporação é reduzida; Utilize a máquina de lavar somente quando estiver na capacidade total e reutilize a água para lavar quintais ou calçadas;
Feche a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa.
Texto: Sidenei Defendi – Jornalista
Assessoria de Comunicação – ASCOM – Prefeitura de Pedreira

Comente e participe:


 

 

DIGITE SEU E-MAIL E RECEBA NOVIDADES!
OK