2ª VIAconta água
Home do Site SAAE Pedreira

Setor Operacional

(19) 3853-3105

(19) 3852-3508

Setor Administrativo

(19) 3852-4653

(19) 3852-4654

Resumo

Atualização do Portal

16/09/19 23:00h

NOTÍCIAS & OBRAS

SAAE alerta moradores sobre golpe dos filtros de água

quinta, 28 de agosto de 2014

Representantes de empresa de filtros e de purificadores de água, utilizando-se de argumentos de que a água distribuída pelo SAAE está contaminada e imprópria para consumo, praticamente instalam equipamentos nas casas, aplicando um golpe nos clientes. Fingem até fazer um teste, o qual comprovaria a má qualidade da água da torneira, através de uma substância que altera a cor da água. Essa mudança, segundo os vendedores, indica impureza da água.
A experiência só pode ser um golpe bem engendrado, pois não é possível fazer testes caseiros para comprovar a qualidade da água. Qualquer procedimento doméstico é perigoso, porque é preciso seguir regras, ter acompanhamento. Senão pode-se ter um falso resultado. Somente o SAAE, a ARES ou a Vigilância Sanitária podem fornecer avaliações da qualidade da água.
De acordo com os técnicos do SAAE de Pedreira, a qualidade da água distribuída é garantida até o cavalete de entrada domiciliar. A Autarquia diz que não é necessário tomar nenhum cuidado extra a não ser a limpeza da caixa-d’água do imóvel a cada seis meses.
As análises feitas com regularidade atestam que a água tratada e distribuída à população atende aos limites da Portaria do Ministério da Saúde, número 2.914, de 12 de dezembro de 2011.
Nenhuma empresa está autorizada a usar o nome do SAAE. Não se deixem enganar. Os funcionários do SAAE todos conhecem e utilizam crachás da Autarquia. Fiquem atentos para possíveis fraudes com a venda desses produtos.
A direção do SAAE ressalta que ninguém está autorizado a falar em seu nome sobre a qualidade da água distribuída à população e que mantém os padrões exigidos pela legislação federal.

Comente e participe:


Projeto de Conscientização ‘S.O.S Jaguari’

quarta, 27 de agosto de 2014

No sábado, dia 30 de agosto, com a participação ativa da Administração Municipal, desenvolve-se o Projeto ‘SOS Jaguari’, em parceria com o Grupo de Proteção Ambiental Mingo Orlandi, a partir das 8 da manhã, com concentração dos voluntários participantes no Boulevard da Vila São José (Ciclovia, onde também haverá atividades culturais). Por determinação do prefeito de Pedreira, Carlos Pollo, as Secretarias de Cultura, Educação, Meio Ambiente, Planejamento, Promoção Social, Saúde, Segurança e Serviços Urbanos estarão envolvidas na realização deste importante e necessário Projeto de Conscientização Ambiental, que consiste em ações de limpeza do leito e margens do Rio Jaguari.
A programação de limpeza de três quilômetros do Rio Jaguari – da Santana II até o Jardim Santa Clara –, segundo o secretário de Planejamento Allan Rodrigo Alves, prevê a retirada dos materiais recicláveis do leito deste importante manancial, além da limpeza das margens do Rio (mata ciliar). O trabalho, a principio, prevê a sua continuidade através de uma ampla Campanha de Educação Ambiental, nos meios de comunicação.
O prefeito Carlos Pollo lembra que “a retirada dos resíduos do leito do Rio Jaguari, será coordenada pelo Grupo de Proteção Ambiental Mingo Orlandi Reflorestamento, através de Pascoal Loner, que tem como meta com este programa melhorar a qualidade de vida dos pedreirenses”.
“Mas para que o trabalho possa ser feito com qualidade, há necessidade da participação ativa e intensa de voluntários. Convido os membros da Comunidade para que se engajem neste trabalho conosco”, ressaltou Carlos Pollo.
No dia desta ação, haverá ainda: aferição de pressão, campanhas de combate a dengue e a febre maculosa, plantio de árvores entre outras atividades gratuitas. Na programação artística, previamente preparada pela Secretaria da Cultura está prevista a participação da Academia Ophicina da Dança, Souldart, Abadá Capoeira, Corporação Musical Sant’Ana, Alunos do Curso de Violão do Centro Cultural, Ministério do Rap em Louvor – Efésios 2, Grupo R.D.R e Mosaico Brasileiro.
“Com a estiagem prolongada e a baixa vazão ficou visível a quantidade de materiais depositados no leito do rio e hoje, essa limpeza é um socorro importante que se dará ao Jaguari, principalmente na parte urbana do Município. Essa ajuda vai reduzir a poluição das águas. A intenção é recolher o máximo de materiais recicláveis que se encontram no leito do rio e promover a conscientização de prevenção a dengue e a febre maculosa”, acentuou o prefeito Pollo.

Comente e participe:


 

 

DIGITE SEU E-MAIL E RECEBA NOVIDADES!
OK