2ª VIAconta água
Home do Site SAAE Pedreira

Setor Operacional

(19) 3853-3105

(19) 3852-3508

Setor Administrativo

(19) 3852-4653

(19) 3852-4654

Resumo

Atualização do Portal

20/08/19 23:00h

NOTÍCIAS & OBRAS

Barragens de Pedreira e Amparo serão concluídas até 2018

quarta, 25 de março de 2015

As construções das barragens no Rio Jaguari, em Pedreira, e no Rio Camanducaia, em Amparo, devem começar em agosto deste ano com conclusão em 2018, segundo o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE).
O prefeito Carlos Pollo, acompanhado do diretor geral do SAAE-Pedreira Celso José Leite Filho, esteve presente no último dia 20 de março, na reunião em que o cronograma das obras foi apresentado pelo Consórcio dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). O valor estimado para os projetos, que inclui uma adutora para levar água ao Rio Atibaia e outros mananciais é de R$ 1 bilhão.
Segundo o coordenador de projetos do PCJ, José Cezar Saad, as barragens devem ser finalizadas em janeiro de 2018, o que irá elevar a capacidade de abastecimento nestes dois municípios, além de cidades próximas como Americana, Limeira, Jaguariúna e Artur Nogueira. Além disso, segundo ele, a construção de um sistema adutor, com obras previstas pelo Governo do Estado, entre julho de 2017 e dezembro de 2018, deve favorecer pelo menos 14 municípios, com a transposição de águas do reservatório de Pedreira para o Rio Atibaia e outros mananciais.
O prefeito de Pedreira Carlos Evandro Pollo, ressalta que de acordo com o Governo do Estado, a barragem de Pedreira ocupará área de 4,3 quilômetros quadrados nas cidades de Pedreira e Campinas, com capacidade de armazenamento para 26 milhões de metros cúbicos de água e vazão regularizada de 7,3 metros cúbicos por segundo. Já a barragem de Duas Pontes, no Rio Camanducaia, terá capacidade para 41 milhões de metros cúbicos e ocupará uma área de 7,6 quilômetros quadrados em Amparo, com vazão regularizada de 6,5 metros cúbicos por segundo. ‘O orçamento para construções das barragens está estimado em R$ 700 milhões, enquanto que a viabilidade do sistema adutor deve girar em torno de outros R$ 300 milhões. Os projetos devem contar com verbas dos governos Estadual e Federal”, destacou Professor Carlos.
Ainda segundo o DAEE estão sendo realizados os estudos ambientais, que fazem parte do processo de pré-qualificação das obras. Tudo deve ficar pronto no primeiro semestre deste ano. As obras iniciam após aprovação destes estudos ambientais e conclusão da licitação.
Para o secretário executivo do PCJ, Francisco Lahóz, a entrega do cronograma foi uma boa notícia porque demonstra interesse do DAEE em buscar soluções para a crise. Contudo, ele pontuou que ações para amenizar as perdas devem ser mantidas nos próximos anos.
Glauco Mazzetto – Jornalista (ASCOM – Assessoria de Comunicação)
Prefeitura Municipal de Pedreira

Comente e participe:


Prefeito Carlos Pollo esteve reunido com o deputado federal José Mentor

quarta, 25 de março de 2015

O prefeito de Pedreira, Carlos Evandro Pollo, e o diretor geral do SAAE-Pedreira Celso José Leite Filho, estiveram no último domingo, dia 22 de março, participando de um encontro com o deputado federal José Mentor e o amigo Antonio Mentor.
Segundo o prefeito Professor Carlos, a reunião foi muito importante, pois o deputado federal José Mentor se colocou a disposição do nosso município para a viabilização de recursos junto ao Governo Federal. “José Mentor nos informou na ocasião, que uma emenda para infraestrutura já esta sendo liberada e será revertida em obras importantes para nossa querida cidade de Pedreira”, enfatizou o prefeito Carlos Pollo.
Glauco Mazzetto – Jornalista (ASCOM – Assessoria de Comunicação)
Prefeitura Municipal de Pedreira

Comente e participe:


Vândalos levam registro e torneira de poço artesiano do Jardim Triunfo

quarta, 11 de março de 2015

O SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Pedreira - detectou, já na madrugada de terça-feira, 10 de março, um enorme desperdício de água, próximo ao poço artesiano, situado na rua Idalina Steula, devido ao furto de torneira e registro.
O diretor-operacional do SAAE, Nelson Antonio Cremasco, já às 5h30m, estava acionando os técnicos para estancarem o desperdício de água. Não se sabe a que horas os vândalos praticaram o furto.
De acordo com o diretor-geral do SAAE, Celso José Leite Filho, a Autarquia fez boletim de ocorrência e espera que os vândalos sejam identificados, uma vez que é inadmissível que fatos dessa natureza se registrem, principalmente, quando se pede para que a comunidade economize água, em função da crise hídrica.
O prefeito Carlos Pollo também se mostrou indignado com o fato. “Não dá para acreditar que a Comunidade tenha de conviver com atos de vandalismo, quando se trata de abastecimento de água potável à população e em um momento crítico de abastecimento”.
O SAAE lacrou os pontos de saída, evitando que a água continuasse a jorrar desnecessariamente. A ação rápida impediu que houvesse também o esgotamento do reservatório, que atende um grande número de moradores da Região.
“Se a população observar atos dessa natureza deve denunciar anonimamente, através dos telefones 153 e 190”, elucidou o Professor Carlos.
Sidenei Defendi

Comente e participe:


Prefeito Carlos Pollo e Diretor Geral do SAAE Celso Leite participam de reunião do Consórcio PCJ

quarta, 11 de março de 2015

O Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, o qual Pedreira faz parte, promoveu no dia 6 de março, a 1ª Reunião de Diretoria de 2015, em sua sede localizada na cidade de Americana, contando com a participação de prefeitos, secretários e diretores municipais, membros do PCJ e de empresas consorciadas.
O prefeito Carlos Pollo, atendendo convite do prefeito de Indaiatuba e presidente do Consórcio PCJ, Reinaldo Nogueira, compôs a Mesa Principal da Reunião Ordinária e na ocasião este acompanhando do Diretor Geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Pedreira, Celso José Leite Filho.
Durante a reunião foram debatidos diversos assuntos, entre eles a crise hídrica e a atuação do Consórcio PCJ perante a estiagem; Alternativas para equacionamento financeiro aos investimentos necessários para superação da atual crise hídrica; 7º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá no mês de abril, na Coréia do Sul.
Para o prefeito de Pedreira, Carlos Evandro Pollo, que compõe a Diretoria do Consórcio PCJ, como vice-presidente de Programas de Educação Ambiental, entre os temas discutidos, o principal foi à crise hídrica. “A Diretoria do PCJ esclareceu aos presentes as ações de contingenciamento que estão sendo desenvolvidas pelo Consórcio, as perspectivas para período oficial de estiagem de 2015, e os próximos passos que deverão ser realizados pelo Consórcio PCJ em auxílio aos seus associados e à comunidade das Bacias PCJ, inclusive quanto à renovação da outorga do Sistema Cantareira, prevista para o mês de outubro deste ano”, destacou o prefeito Professor Carlos.
A equipe técnica da Secretaria Executiva apresentou informações sobre a participação no 7º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá no mês de abril na Coréia do Sul, e outras possibilidades de trocas de experiências internacionais disponíveis aos municípios associados ao Consórcio PCJ.
Glauco Mazzetto – Jornalista (ASCOM – Assessoria de Comunicação)
Prefeitura Municipal de Pedreira

Comente e participe:


Rede de distribuição de água potável rompe na Ana Francisca de Oliveira

quarta, 04 de março de 2015

Rede de distribuição de água potável rompe na Ana Francisca de Oliveira
O rompimento de uma rede de distribuição de 8”, na madrugada da segunda-feira (2 de março), na rua Ana Francisca de Oliveira, próximo ao ‘Paço Municipal Prefeito Hygino Amadeu Bellix’, prejudicou o abastecimento de água aos moradores dos bairros Santa Clara (loteamento), Jardim Alzira, Jardim Santa Clara e Altos de Santa Clara.
A tubulação sofreu uma ruptura e o vazamento acabou fazendo a água transbordar através de fissuras que se abriram no asfalto da rua. Ao detectar o problema o SAAE - Serviço Autônomo de Água e Esgoto - fechou o registro da rede de abastecimento daquela Região para iniciar os trabalhos de reparos e evitar desperdício.
Funcionários do SAAE, devidamente equipados e tendo o acompanhamento de uma máquina retroescavadeira trabalharam no local por cerca de 6 (seis) horas – diante da complexidade dos trabalhos implementados - para fazer os reparos necessários, visando a volta da normalidade do abastecimento.
O diretor operacional do SAAE – Nelson Antonio Cremasco - destacou que, “por ser uma rede importante no atendimento a vários bairros entre a Estação de Tratamento de Água (ETA) e o local afetado pelo rompimento, é impossível não interromper o fornecimento, pois a pressão impede que os serviços sejam feitos adequadamente. Além disso, como a via registra muito movimento, há de se adotar uma série de medidas para que os trabalhadores exerçam com segurança os serviços.
"Trabalhamos desde as primeiras horas da manhã para fazer o conserto necessário na rede. Todas as medidas para agilizar as providências essenciais foram adotadas. Há, entretanto, de se levar em consideração que muitas destas intervenções demoram, pois há necessidade de se chegar ao ponto certo das rupturas, que nem sempre se localizam no local exato do vazamento. Como houve necessidade de desligar a rede, provocou-se o desabastecimento. Assim que terminaram os reparos religamos as bombas para o envio de água aos reservatórios do Jardim Alzira, Santa Clara e Altos de Santa Clara restabelecendo o fornecimento de água aos moradores", concluiu Celso José Leite Filho, diretor-geral do SAAE.
Texto – Sidenei Defendi - Jornalista
Assessor de Comunicação – ASCOM – Prefeitura de Pedreira

Comente e participe:


SAAE inicia aumento de frente de trabalho

quarta, 04 de março de 2015

O SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Pedreira - através do Departamento Técnico de Saneamento deu inicio ao aumento da frente de trabalho no Aterro Sanitário Municipal – que localiza-se no DI José Correa, na SP-95 – trecho Pedreira-Jaguariúna - para a disposição de resíduos sólidos domésticos, coletados diariamente no Município.
De acordo com as informações transmitidas ao prefeito Carlos Pollo e ao diretor-geral do SAAE – Celso José Leite Filho, pelo engenheiro José Moretti Neto, responsável operacional do Aterro, essa frente de trabalho permitirá a implantação de drenos para os gases e o líquido percolado (chorume), e será suficiente para dispor os resíduos domésticos por aproximadamente 1 (um) ano.
Edição textos: Sidenei Defendi

Comente e participe:


12

 

 

DIGITE SEU E-MAIL E RECEBA NOVIDADES!
OK