2ª VIAconta água
Home do Site SAAE Pedreira

Setor Operacional

(19) 3853-3105

(19) 3852-3508

Setor Administrativo

(19) 3852-4653

(19) 3852-4654

Resumo

Atualização do Portal

19/02/20 23:00h

NOTÍCIAS & OBRAS

Estação de Tratamento de Esgoto de Pedreira aumenta sua eficiência com o “Sistema de Ar Difuso”

quinta, 26 de setembro de 2019

A Estação de Tratamento de Esgoto de Pedreira funciona em um sistema natural de tratamento, denominado “Sistema Aeróbio por Lodo Ativado”, ou seja, as próprias bactérias presentes no esgoto agem sobre o efluente, ao consumir a matéria orgânica. Uma grande colônia de bactérias e fungos é formada e quando se injeta oxigênio – e são aproveitados plenamente - a reprodução é alta e quanto mais bactérias, maior a eficiência, e então se explica por que optar por um processo eficaz em injetar oxigênio de forma de micro bolhas.

O Sistema de Ar Difuso, que suga o ar atmosférico e injeta-os nos compartimentos, o faz, através das membranas microperfuradas, que espalham micro bolhas na massa do esgoto, aumentando consideravelmente a eficiência.

De acordo com o prefeito Hamilton Bernardes Junior esse Sistema não permite incrustações ou entupimentos, mesmo em severas condições de trabalho. “O sistema resulta em um consumo menor de energia elétrica, hoje a grande vilã de qualquer tratamento que utiliza motores elétricos em seu sistema. A ETE funciona com um sistema de Automação que controla todo o tempo de entrada, aeração, decantação e descarte do efluente e estes são constantemente adequados pelos técnicos químicos e operadores que trabalham em regime de 24 horas. A única ação química acontece no descarte do efluente. Antes de ser lançado nas águas do Rio Jaguari, o esgoto tratado é clorado e desinfetado, garantindo a qualidade e segurança Ambiental”, enfatizou Hamilton Bernardes.  

O Sistema de Aeração atende às exigências do Programa PRODES, da Agência Nacional de Águas. “Coletamos 98% do esgoto coletado na cidade, estamos implantando o Coletor Tronco da Margem Direita do Rio Jaguari e o esgoto coletado atualmente tratamos 100%, ressaltando que seguimos metas impostas pelo PRODES e ANA, atingindo 97% de remoção de TBO e 100% dos coliformes fecais”, ressalta do diretor geral do SAAE Leonardo Silingardi.

O tratamento do esgoto doméstico é muito importante para a preservação do meio ambiente. O esgoto contamina rios, lagos, represas e mares porque possui excesso de sedimentos e micro-organismos que podem causar doenças, como a esquistossomose, leptospirose, cólera e piodermites.

 

DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

Comente e participe:


 

 

DIGITE SEU E-MAIL E RECEBA NOVIDADES!
OK